Refletindo sobre a Necessidade de Suporte para Softwares de Código Aberto

Os softwares de código aberto são uma escolha atraente quando se trata de soluções de infraestrutura de tecnologia da informação. Eles oferecem vantagens tecnológicas significativas e, muitas vezes, resultam em economias substanciais devido à ausência de custos de licenciamento.

É comum que empresas que utilizam softwares proprietários também adquiram suporte técnico como parte do pacote. Isso significa que, ao comprar uma licença, a empresa recebe suporte direto do fabricante. No entanto, com os softwares de código aberto, a maioria das vezes não há a necessidade de adquirir licenças, e, portanto, a contratação de suporte não é uma etapa óbvia.

Em muitos casos, as equipes de tecnologia da informação têm acesso direto a excelentes softwares de código aberto, que podem ser implementados rapidamente, sem a necessidade de adquirir licenças ou contratar suporte adicional. Isso faz com que a responsabilidade pelo suporte recaia sobre a equipe interna da organização.

No entanto, é importante notar que muitas soluções de código aberto foram escolhidas, testadas e implementadas por especialistas técnicos que podem ter deixado a empresa. Isso pode resultar em uma situação em que a solução está em uso, mas não há um especialista interno capaz de oferecer suporte adequado.

Ao optar por usar um software de código aberto sem suporte adicional, a organização assume a responsabilidade integral por esse recurso. Isso implica conhecer profundamente o software, acompanhar comunidades e listas de discussão, estar atento a lançamentos de novas versões para avaliar seus benefícios e lidar com questões de segurança.

Embora essas atividades possam ser empolgantes para a equipe de TI, elas também desviam a atenção do objetivo principal da equipe, que é manter um ambiente tecnológico funcional, estável e altamente performático na maior parte do tempo.

Diante dessas considerações, surgem questionamentos importantes: Quando é apropriado para a equipe de TI assumir a responsabilidade integral por um software de código aberto? Quando é mais sensato delegar essa responsabilidade a uma empresa especializada?

A decisão depende de várias respostas, como:

  • Qual é o custo para a empresa se o software ficar inoperante por algumas horas?
  • Quanto foi economizado ao optar por um software de código aberto em vez de uma solução licenciada?
  • Se a economia com licenciamento foi modesta e uma breve interrupção do software não afetaria significativamente as operações da empresa, pode não ser justificável gastar recursos financeiros com suporte adicional. A equipe de TI interna, com sua expertise e a capacidade de buscar soluções em fóruns online, provavelmente será capaz de lidar com qualquer problema que surgir.

Por outro lado, se a economia com licenciamento foi substancial e qualquer interrupção no software prejudicaria significativamente os negócios da empresa, seria imprudente economizar no suporte técnico e colocar em risco a estabilidade do sistema. Nesses casos, manter os ganhos conquistados pela escolha do código aberto justifica investir em suporte especializado.

Em resumo, a decisão de contratar suporte para um software de código aberto ou gerenciar internamente depende de fatores como custos potenciais de interrupção, economias obtidas com o código aberto e a importância crítica do software para as operações da empresa. É uma escolha que deve ser feita considerando cuidadosamente todos esses elementos.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *